Verão sem drogas

Verão sem drogasCUIDADO PARA NÃO FAZER PARTE DESTA ESTATÍSTICA:

Segundo pesquisa realizada pelo Centro Brasileiro de Informações sobre Drogas Psicotrópicas (CEBRID), entre estudantes do 1° e 2° graus de dez capitais brasileiras, as bebidas alcoólicas são consumidas por mais de 65% dos entrevistados. Dentre esses, 50% iniciaram o uso entre os 10 e 12 anos de idade.

O álcool contido nas bebidas é a droga psicotrópica mais consumida no mundo. Apesar de sua ampla aceitação social, o consumo de bebidas alcoólicas, quando excessivo, passa a ser um problema. Além dos inúmeros acidentes de trânsito e da violência associada a episódios de embriaguez, o consumo de álcool a longo prazo, dependendo da dose, frequência e circunstâncias pode provocar um quadro de dependência conhecido como alcoolismo.

O uso recorrente causa grande dano à sociedade, a ingestão de álcool, mesmo em pequenas quantidades, diminui a coordenação motora e os reexos, comprometendo a  capacidade de dirigir veículos, aumentando assim probabilidade de ocorrer diversos tipos de acidente, além disso reduz a capacidade crítica e de julgamento, ampliando a possibilidade do usuário cometer atos impensados.

ÁLCOOL

Além dos conhecimentos sobre prejuízos físicos que o abuso do álcool causa, existem alguns mitos sobre esta droga.

Mitos:
• Muitos acreditam que precisam do álcool para se divertir e ficar mais sociáveis.
• O uso do álcool como uma solução para as dificuldades do dia-dia.
• A dependência química de álcool é hereditária.
Verdades:
• Lembre-se! Os efeitos do uso abusivo do álcool não irão trazer diversão. Pelo contrário, pode causar acidentes de trânsito, violência além de prejuízos físicos.
• Sabia que muitos dependentes iniciaram o uso do álcool como um hábito, porém, com o tempo, beber torna-se uma necessidade.
• A dependência química não é hereditária, porém com a existência de casos na família e ambiente social que favoreça o uso da bebida alcoólica existe a  redisposição para desenvolver a doença. Então, não arrisque!

Complicações:
Hipertensão
• Problemas no estômago, fígado e pâncreas
• Problemas psiquiátricos
Queda de produção nos estudos e no trabalho

MACONHA

Erroneamente considerada “inofensiva” por ser derivada de uma planta.
Complicações:
• Doenças pulmonares e respiratórias
• Prejuízos no sistema imunológico
• Problemas de memória recente
• Dificuldade de aprendizagem
• Oscilações de humor
• Problemas psiquiátricos

COCAÍNA

Extraída da planta Erytroxylon coca. Causa tolerância e rápida dependência.
Complicações:
• Aumento da pressão arterial e temperatura corporal
• Degeneração de músculos esqueléticos
Morte em consequência de overdose
Doenças transmissíveis (HIV, Hepatite, etc.)
Depressão
• Comportamento agressivo

ECSTASY

Substância sintética derivada da anfetamina.
Complicações:
• Aumento da temperatura corporal
• Aceleração dos batimentos cardíacos
Agressividade
Paranóia e alucinações
Convulsões
• Morte decorrente overdose
Pânico e depressão

LSD (ÁCIDO)

É uma das mais potenteLSD (ÁCIDO)s drogas alucinógenas.
Complicações:
• Aumento da temperatura corporal
• Aceleração dos batimentos cardíacos
Pânico
• Comportamento agressivo
Paranóia
Distorção da percepção
Sinestesia
Efeito flashback

INALANTES

Substâncias industriais que são inaladas.
Exemplo: colas, tintas, lança perfume.
Complicações:
• Destruição dos neurônios
• Euforia e alucinações
• Prejuízo nos reflexos
• Danos aos pulmões, rins e fígado
Ferimentos no nariz e boca
• Risco de morte súbita

CRACK

É uma droga formada a partir da cocaína, com alto grau de dependência.
Complicações:
• Problemas cardíacos
• Falta de interesse sexual
Perda das noções básicas de higiene
• Perda de valores morais
Tremores e convulsões que podem levar a morte
Irritabilidade e violência
Alucinações e delírios

Recomendar esta página via e-mail: